Quando surge a necessidade de realizar uma tradução dentro de uma empresa é comum surgir o questionamento: tradução é custo ou investimento? De forma objetiva, em companhias nas quais isso já é parte da rotina, a resposta é imediata: trata-se de um investimento que vale a pena, uma vez que abre portas importantes para os negócios. 

Entretanto, em empresas de pequeno e médio porte, sobretudo onde essa cultura ainda não existe, a resposta pode demorar a aparecer. 

Uma dúvida que permeia esse tema é sobre o preço. Afinal, como se compõe um preço para um serviço de tradução? A resposta é que nada é à toa, portanto, existe uma lógica em torno desse assunto do valor cobrado por uma tradução.

Palavra e idioma como pontos centrais da tradução

A unidade de cobrança mais comum em traduções escritas é a palavra. É assim no Brasil e em todas as partes do mundo, até porque, sem dúvida, essa é a maneira mais justa de precificação. Em todo caso, é bom frisar, existem algumas variáveis que interferem na composição final do preço.

A começar pelo idioma, que é um desses fatores essenciais. Em resumo, as línguas mais usuais e convencionais, por exemplo, inglês e espanhol, têm um custo inferior quando comparados com o romeno, o eslovaco ou o húngaro. Isso acontece porque aqui no Brasil, existem menos profissionais que podem atender às solicitações desses últimos idiomas mencionados acima. 

Além disso, outro ponto a considerar é que textos mais técnicos ou de caráter muito específico também acabam interferindo no preço por conta do esforço adicional que exigem do profissional, que está totalmente empenhado na procura da terminologia perfeita.

Tradução juramentada tem outra lógica

É bom ressaltar que as traduções juramentadas seguem uma realidade diferente, a de cobrança por lauda – cada lauda é equivalente a 1000 caracteres de texto sem considerar os espaços. Em São Paulo, quem normatiza as traduções juramentadas é a JUCESP (Junta Comercial do Estado de São Paulo). 

Neste caso, é cobrado um valor por lauda para traduções de idiomas estrangeiros para o português e outro no caminho inverso, ou seja, para traduções do português para idiomas estrangeiros. Um ponto importante em traduções juramentadas é que só profissionais registrados junto à junta comercial do seu estado podem ofertar esse serviço.

De volta à questão original, por fim, a tradução é um custo ou investimento para uma empresa? Para aprofundar no tema, vamos destacar duas realidades diferentes: a dos que hoje em dia já buscam os tradutores e os que ainda não possuem esse hábito.

Em organizações que já trabalharam ou mesmo trabalham com tradução, a tendência é que se olhe para esse serviço como um investimento. Isso, em geral, acontece porque entendem que, a partir de uma comunicação mais abrangente, abrindo novas fronteiras e alcançando novos públicos, as chances de gerar novos negócios é muito superior aos valores investidos na tradução escrita, interpretação simultânea ou interpretação consecutiva. 

Por exemplo, consegue imaginar os benefícios a partir da tradução de um website, material de marketing ou até mesmo de comunicado para a imprensa? Fato é que as companhias conseguem fazer essa mensuração. Os resultados? Sem dúvida, super positivos.

Por outro lado, as empresas que, quando surge a necessidade, ainda buscam a tradução amadora (representadas por ferramentas on-line ou pessoas que conhecem bem um idioma) podem, num primeiro momento, considerar a tradução profissional como um custo. 

Em linhas gerais, isso acontece porque, na prática, não se conhece os ganhos que esse tipo de trabalho pode gerar. Porém, à medida que o tempo passa, após colhidos os resultados – principalmente geração de novos negócios –, ou então quando precisam lidar com erros resultantes de más traduções, mudam de ideia e passam a enxergar a tradução como um investimento.

A Gama! Traduções e Interpretações, como está no mercado há mais de uma década, já presenciou em seu cotidiano essas duas situações inúmeras vezes. Se quiser conversar melhor a respeito, estamos aqui à disposição para falar como a tradução pode ser uma parceira na estratégia de desenvolvimento do seu negócio.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso