Photo by Dayne Topkin on Unsplash

O pesquisador britânico Tim Lomas, da Universidade do Leste de Londres, tem desenvolvido um trabalho interessante no campo da tradução. Chamado Lexicografia Positiva, Lomas tem se dedicado a registrar diferentes sentimentos expressados por povos de todo mundo, mas que ainda não possuem uma tradução para o inglês. É como se estivesse criando um dicionário a partir de termos estrangeiros.

O objetivo do professor de psicologia positiva é trazer essas expressões de sentimentos para o nosso cotidiano. A ideia? Surgiu depois de ouvir durante uma palestra a definição dos finlandeses para a palavra sisu, que quer dizer uma determinação extraordinária diante de uma adversidade.

Para os nórdicos, as palavras perseverança e resiliência são insuficientes para transmitir o estímulo interior do termo. Ou seja, é algo “intraduzível”. Não existe uma palavra sequer que seja capaz de difundir a profundidade que o termo carrega.

Tradução próxima do significado real 

A partir daí Lomas começou a pesquisar outros exemplos e organizar essas informações, e os primeiros resultados foram publicados no ano passado, no periódico Journal of Positive Psychology. Para ele, muitas das traduções que oferece até agora são apenas explicações que se aproximam dos significados reais dos termos. Lomas considera o trabalho em aberto e de constante afinamento, por isso avalia como muito importante ouvir sugestões e comentários de nativos e pessoas que conhecem a fundo as expressões e sentimentos.

Confira abaixo alguns dos termos de sentimentos positivos e negativos que, até então, não tinham tradução para o inglês, e sua respectiva língua de origem. Veja também abaixo, além dessas emoções, características de pessoas e comportamentos:

Natsukashii (japonês) – sentimento de nostalgia advindo de uma mistura de sentimentos: a alegria pela lembrança em si, porém com a tristeza pelo tempo que passou e não retorna

Sehnsucht (alemão) – um desejo vivo e intenso por estados alternativos de vivência e realizações da vida, mesmo que se mostrem inatingíveis no futuro

Tarab (árabe) – um estado de êxtase ou encantamento gerado por meio da música

Gigil (tagalo) – uma vontade forte (quase irresistível) que se tem de beliscar ou apertar uma pessoa por quem se tem muito amor e carinho

Saudade (português) – uma nostalgia melancólica que pode ser por uma pessoa, um lugar ou uma coisa que está longe no tempo ou no espaço. Um desejo por algo que pode nem sequer existir

Shinrin-yoku (japonês) – o relaxamento que surge a partir de um banho que se toma na floresta. Pode ser usado tanto em sentido figurado quanto literal

Yuan bei (mandarim) – sentimento de completa realização

Iktsuarpok (inuíte) – estado de ansiedade que se sente ao esperar por uma pessoa, aquela que faz o indivíduo ficar sempre de olho se a pessoa esperada já chegou

Desbundar (português) – abandonar as inibições pessoais para se divertir em determinada situação

Orenda (huron) – poder dos homens de mudar a história do mundo diante de forças poderosas como o destino.

Sukha (sânscrito) – sentimento de felicidade duradoura e genuína, que independe das circunstâncias vividas

Dadirri (aborígene australiano) – um ato profundo e espiritual de escutar de forma atenta e reflexiva outra pessoa

Pihentagyú (húngaro) – o significado literal é “com o cérebro relaxado”. Descreve pessoas de pensamento rápido, as quais conseguem fazer piadas ou apresentar soluções sofisticadas.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso