Para os nativos da língua portuguesa, quando se fala em russo a primeira ideia que pode surgir na cabeça é de uma língua difícil, meio que inacessível. Mas, a verdade é que não é bem assim. Claro que a língua tem as suas particularidades, mas adentrar no universo do russo é descobrir um novo (e interessante) mundo.

Separamos aqui algumas curiosidades do russo para você fazer essa viagem com a gente. Confira!

Leia também:

Extinção de línguas indígenas impacta no conhecimento sobre plantas medicinais

Projeto faz mapeamento sonoro de sete línguas faladas no Rio Grande do Sul

Projeto de Lei quer colocar ensino de espanhol como obrigatório nas escolas brasileiras

1. Países e número de falantes

O russo é considerado língua oficial na Rússia, Bielorrússia, Cazaquistão, Quirguistão e Moldávia. Mas, também é falado em outros países, como Geórgia, Azerbaijão, Letônia e Ucrânia, por exemplo, que fizeram parte da antiga União Soviética. Considerando comunidades de emigrantes, o russo tem presença marcante em países como Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos e Israel.

Hoje, estima-se que o russo seja falado por cerca de 260 milhões de pessoas em todo o mundo, sendo 150 milhões de falantes nativos e 110 milhões como não nativos.

2. Língua oficial da ONU

O russo faz parte de uma seleta lista de línguas oficiais da ONU, Organização das Nações Unidas. Além do russo, o árabe, o chinês, o espanhol, e francês e o inglês fazem parte dos idiomas que se destacam dentro da organização. 

O árabe passou a fazer parte das línguas da ONU em 1973, enquanto as demais estão presentes na ONU desde a sua fundação, em 1946. Na prática, todos os documentos da organização são traduzidos para essas línguas.

3. A sétima língua mais solicitada para traduções

A língua russa é a sétima com maior número de solicitações para tradução de documentos, atrás de inglês, francês, italiano, espanhol, alemão e japonês. Além de documentos diversos, as solicitações do russo passam pela literatura, já que existem grandes escritores nativos nessa língua e famosos no mundo todo, como Fiódor Dostoiévski e Leon Tolstói. 

Vale citar também a alta demanda por documentos científicos – mais de um quarto da literatura científica do mundo é publicada em russo.

4. Os nomes mais tradicionais em russo

Alguns nomes próprios parecem universais, e traduzidos e adaptados à língua materna. Outros, porém, são bem característicos. Quer saber quais são os nomes mais comuns na Rússia? Veja algumas possibilidades para homens: Aleksandr, Andrey, Vladislav, Dmítriy, Iván, Ilia ou Nikita. Já para mulheres: Anya, Alena, Dasha, Ekaterina, Irina ou Katya. Quem aí se identifica?

5. Russo e o alfabeto cirílico

A língua russa tem como base uma versão adaptada do alfabeto cirílico. A maior consolidação ocorreu em 1918, um ano após a Revolução Russa. Essa, inclusive, foi a mais significativa reforma ortográfica na Rússia. Atualmente, o russo conta com 33 caracteres, sendo 21 consoantes, 10 vogais e dois sinais. Em linhas gerais, não se trata de um alfabeto especialmente complicado, como aparenta. Porém, como o alfabeto russo é diferente do português, também não é possível dizer que é o mais simples.

6. O russo e o inglês

Quando pegamos a língua inglesa como referência para analisar a língua russa, vemos algumas similaridades curiosas. Por exemplo, são aproximadamente 4.000 palavras em comum entre as duas línguas. Até porque, ambas possuem a mesma raiz linguística, as línguas indo-europeias.

As grandes diferenças entre eles, contudo, passam pelas transformações impostas pelo próprio povo, que vai ajustando a língua conforme a sua realidade e sua cultura.

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2023 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso