Photo by Rots Marie-Hélène on Unsplash

A diversidade de línguas é uma das características do Brasil, um dos maiores patrimônios históricos que temos. E, para preservar e, também, valorizar essa riqueza, toda ação de promoção é sempre muito bem-vinda. Nesse cenário, o projeto “Sons do Sul – uma cartografia linguística” aparece como um bom exemplo, que merece atenção e aplausos.

A ideia é colocar as pessoas em contato com outras sete línguas faladas no Rio Grande do Sul, evidenciando a diversidade linguística existente no estado pertencente à região Sul do país. Assim, os organizadores selecionaram algumas línguas relacionadas à imigração, outras vinculadas à tradição indígena, além de outras afro-brasileiras. São elas: Pomerana, Talian, Japonês, Polonês, Guarani, Kaingang e Iorubá.

Leia também:

Projeto de Lei quer colocar ensino de espanhol como obrigatório nas escolas brasileiras

ABL lança sexta edição do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa

Palavras em português que vieram do japonês; conheça!

Conteúdo com áudios, vídeos e imagens

O resultado desse trabalho é uma interessante biblioteca virtual de sons online por meio da qual o visitante pode ouvir e, ao mesmo tempo, acompanhar as traduções do conteúdo na língua portuguesa. São áudios curtos, com vozes diversas, de mulheres, homens e crianças, o que torna a navegação dinâmica e super interessante. 

Entre os participantes estão Kayzee Fashola, chef e falante de Iorubá; Iaioi Tao, professora de Japonês; Hilmar, falante de Pomerano e Arão, falante de Kaingang. Estão representadas cidades como Porto Alegre, Passo Fundo, Ivoti e São Lourenço do Sul, por exemplo. 

Além dos áudios, o site do projeto Sons do Sul conta também com vídeos de entrevistas bilíngues, nos quais os personagens falam um pouco das suas próprias histórias, e contextualizam a língua dentro do Rio Grande do Sul. Vale destacar ainda a conexão com os personagens e seus familiares através da galeria de fotos.

Informações mais detalhadas sobre as línguas

Por fim, na área intitulada “Diário de Bordo”, conteúdos escritos mostram um pouco dos bastidores das gravações do projeto, assim como informações mais detalhadas de cada uma das sete línguas que fazem parte do Sons do Sul.

Toda a pesquisa para dar corpo ao projeto jornalístico-cultural foi baseada na fundamentação teórica em documentos compartilhados publicamente pelo Inventário Nacional da Diversidade Linguística e pelo Colegiado Setorial de Diversidade Linguística do RS. A realização do Sons do Sul se deu por meio do Edital Criação e Formação Diversidade das Culturas, com recursos da Lei nº 14.017/20. A realização é da Riobaldo – Conteúdo Cultural, com apoio do Nonada – Jornalismo Cultural. Vale demais a visita!

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2023 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso