Photo by Elizeu Dias on Unsplash

Conhecer as origens dos nomes dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal é conhecer um pouco mais do Brasil. Por trás de cada nomenclatura há uma pequena história, às vezes controversa, é verdade, que remete a três principais fontes para os batismos: nomes indígenas ligados àquela região específica, acidentes geográficos e, também, nomes de santos. Veja abaixo a lista completa dos estados:

Acre

Muito provavelmente, o nome tem origem no ‘aquiri’, derivado de ‘uwákürü’, palavra do dialeto Ipurinã que significa “rio dos jacarés”. Fala-se que, em 1878, um comerciante paraense não entendeu a letra de um colonizador, que endereçava “boca do rio Aquiri”. O destinatário acaba sendo “rio acre”.

Alagoas

O nome do estado tem origem nas várias lagoas e rios que cercam a região, que são mais de 30. Só na capital, Maceió, são 17! A palavra é o plural de “alagoa”, uma variação de lagoas.

Amapá

São três hipóteses aceitáveis. A primeira vem da língua tupi, onde Amapá significa “o lugar da chuva”. Há também a ideia de que vem do nheengatu, um dialeto tupi que significa “ilha”. A terceira possibilidade é ser uma referência à árvore amapá, bastante comum na região.

Amazonas

O nome vem do rio Amazonas, e está ligado ao espanhol Francisco de Orellana. Em 1541, ao chegar nas redondezas, apontou que os guerreiros que encontrou na região lembravam as amazonas relatadas na mitologia grega.

Bahia

O nome vem de Baía de Todos os Santos, a maior baía do Brasil, onde, em 1 de novembro de 1501, dia dedicado a todos os santos, atracou um conjunto de navios portugueses.

Ceará

Não se sabe ao certo sua origem. Pode vir do tupi (Siará), fazendo menção ao “canto da jandaia”, um tipo de papagaio. Ou uma adaptação do Saara, em razão das dunas da região.

Espírito Santo

Faz referência a 23 de maio de 1535, domingo do Espírito Santo (ou Pentecostes), dia em que Vasco Fernandes Coutinho chegou à região.

Goiás

A origem do nome tem a ver com o final do século 16, quando os Goiaiases ocupavam o território até a chegada dos bandeirantes, que procuravam ouro.

Maranhão

Nesse caso, a origem é incerta. Pode vir da expressão tupi “o mar que corre”, ou do cajueiro, árvore típica da região, que no espanhol é “marañón”.

Mato Grosso

O nome remete a matas espessas, quase impenetráveis, às margens do rio Galera, e está vinculada a aproximadamente 1730, quando os bandeirantes chegaram à região e encontraram esse tipo de vegetação.

Mato Grosso do Sul

Mantém o mesmo nome do Mato Grosso, com a inclusão do Sul, após ser desmembrado em 1977.

Minas Gerais

Tem a ver com as inúmeras minas de metais preciosos, principalmente ouro, que vieram à tona com as descobertas dos bandeirantes no século 18.

Pará

Oriunda da palavra tupi ‘pa’ra’, que quer dizer ‘rio-mar’.

Paraíba

Resultado da união do tupi ‘pa’ra’ com ‘a’iba’, que significa ‘ruim, impraticável para a navegação’, rio que banha a capital João Pessoa. Em princípio, o nome batizou o rio, depois o estado.

Paraná

Nome dado a partir da junção de ‘pa’ra’ com ‘aña’, que quer dizer ‘semelhante, parecido’. Paraná aponta para um rio que é semelhante a um mar.

Piauí

Os índios chamavam de Terras de Piagoí um lugar onde existia um rio abundante de peixes piaus. Passagem obrigatória para os desbravadores rumo ao interior, o lugar ficou conhecido depois como Piauí, na língua tupi, piau.

Rio de Janeiro

Faz menção à Baía de Guanabara, descoberta por Gaspar Lemos em 1º de janeiro de 1502, que parecia a foz de um grande rio.

Rio Grande do Norte

Em alusão ao tamanho do Rio Potengi e ganhou o “Norte” em meados do século 18, pois já existia uma capitania com o mesmo nome.

Rio Grande do Sul

Surgiu de um erro cartográfico. O nome vem de um vilarejo que demarcava a área da foz do rio Grande, que não era foz, mas a lagoa dos Patos.

Rondônia

Uma homenagem ao marechal Cândido Rondon, que desbravou a região. O nome foi adotado em 1956. Antes, era conhecido como Território do Guaporé.

Roraima

A palavra é formada a partir da união de ‘roro’ (verde) com ‘imã’ (serra ou monte). Seu significado é serra verde ou monte verde.

São Paulo

O nome vem do Real Colégio de São Paulo de Piratininga, colégio jesuíta fundado em 25 de janeiro de 1554. A Igreja Católica comemora nessa data a conversão de Paulo de Tarso ao cristianismo.

Sergipe

O significado é ‘rio dos siris’, resultado do tupi cyri-gi-pe.

Santa Catarina

São duas possibilidades para a origem deste nome. A primeira diz respeito ao italiano Sebastião Caboto, que chegou à ilha por volta de 1525, e teria homenageado sua mulher Catarina Medrano. Pode ser também uma homenagem a Santa Catarina de Alexandria.

Tocantins

Vem de uma tribo indígena que teria habitado junto ao Rio Tocantins. A palavra tupi quer dizer ‘bico de tucano’.

Distrito Federal

Faz menção ao distrito que está à parte da federação, que por muito tempo foi administrado diretamente pelo Governo Federal.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso