A Hand Talk, uma startup brasileira que utiliza a inteligência artificial para fazer a tradução da língua portuguesa para Libras, a língua brasileira de sinais, acaba de receber um incentivo de peso. A iniciativa, liderada por três brasileiros de Maceió (AL), foi uma das premiadas no Desafio Google de Impacto em IA, cujo intuito é destacar ações tecnológicas que geram algum tipo de impacto positivo na sociedade.

Além dos significativos R$ 3 milhões de incentivo, a Hand Talk será agraciada com consultorias vindas de especialistas do próprio Google, e garantiu lugar num programa de aceleração do chamado Google Developers Launchpad. A edição 2019 deste Desafio Google recebeu no total 2.602 inscrições de projetos oriundos de 119 países. Na América Latina, além do Brasil, o único país contemplado foi a Colômbia.

Os 20 vencedores foram definidos a partir de quatro critérios fundamentais: viabilidade, potencial de impacto, escalabilidade e uso responsável da inteligência artificial.

Meio de inclusão para os surdos por meio da Libras

A proposta da Hand Talk é colaborar com a maior inclusão dos surdos. De acordo com informações da Federação Mundial de Surdos, 80% dos deficientes auditivos em todo o mundo são analfabetos nas línguas escritas. Para se ter uma ideia do alcance que esta ferramenta de tradução pode ter, aqui no Brasil são quase 10 milhões de surdos, conforme dados do IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Criada e desenvolvida pelo trio Ronaldo Tenório, Carlos Wanderlan e Thadeu Luz, a Hand Talk pretende ser uma plataforma de comunicação entre os que dependem da língua brasileira de sinais para se expressarem na comunidade. Em linhas gerais, são duas propostas de produtos oferecidas.

A primeira é o tradutor de sites que tem um personagem digital chamado Hugo que faz a tradução do conteúdo on-line para Libras. E a segunda é um aplicativo oferecido em iOS e Android, que faz a tradução de materiais do site para a língua brasileira de sinais. Nunca é demais lembrar: desde 2002, Libras é considerada língua oficial do Brasil, assim como o português.

Iniciativa também atende quem deseja aprender a língua brasileira de sinais

Um ponto interessante do aplicativo é seu poder de alcance, já que pode ser útil não só quando a pessoa estiver conectada a um conteúdo digital, mas também interagir e criar um diálogo com indivíduos que não têm conhecimento de Libras. Isso porque ele é capaz de traduzir áudios.

Além disso, vale citar o dicionário e os vídeos informativos para quem não tem qualquer familiaridade com a língua, mas deseja conhecê-la. Esta é, portanto, uma excelente oportunidade para aprender Libras e, também, se aproximar e criar mais empatia com a comunidade de deficientes auditivos.

Dessa forma, a Hand Talk é um ótimo exemplo de sucesso que evidencia o impacto positivo a partir da união da tecnologia com a tradução. Parabéns a todos os envolvidos pela iniciativa e pela enorme conquista!

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso