A boa notícia neste início de 2020? As obras de restauração e readequação do Museu da Língua Portuguesa estão concluídas! A informação foi oficializada recentemente pelo governo de São Paulo. O espaço, que foi atingido por um grave incêndio em dezembro de 2015, está fechado desde então. E vinha em reconstrução, como mostramos neste post

De acordo com informações do governo paulista, a partir de agora começa a montagem do acervo. A expectativa da reinauguração é final do mês de junho. 

Ao todo, foram investidos R$ 81,4 milhões na obra de reconstrução do Museu da Língua Portuguesa. Nesse montante, além do valor do seguro, estão inclusos o apoio de patrocinadores, tanto do poder público quanto privado.

A obra abrangeu serviços de recuperação das fachadas e esquadrias e reconstrução da cobertura e dos espaços internos. Também houve evolução na infraestrutura como um todo, e a segurança contra incêndios. Para evitar um novo desastre, foram instalados sprinklers, ou seja, chuveiros acionados automaticamente para acabar com um eventual incêndio.

Museu terá novos espaços

O museu dedicado ao idioma nacional terá novidades em comparação com a versão antes do incêndio. Destaque para as seções Sons das Línguas do Mundo, que vai tratar de vinte das mais de 7 mil línguas faladas hoje em dia; e Falares, que mostra os diferentes sotaques e expressões existentes no Brasil.

Além disso, vale citar também a Nós da Língua Portuguesa, que expõe a presença da língua no mundo a partir da diversidade cultural da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

No mais, continuarão presentes as áreas Palavras Cruzadas, a qual aborda as línguas que influenciaram o português no Brasil; e mais a Praça da Língua, um show imersivo de som e luz que faz menção e homenageia o português nas versões escrita, falada e cantada.

Como um todo, a área ocupada pelo museu também foi expandida. Novos espaços foram incluídos, tais como um mirante e um café instalado no terraço, de onde se verá o Parque da Luz, que fica ali próximo.

Outra novidade interessante para os visitantes é que haverá acesso direto de estações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), assim como para a Sala São Paulo.

Um centro de cultura, pesquisa e debates

Segundo Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa, o novo Museu vai além de uma simples exposição. 

“Nós teremos aqui um centro de referência e estudos da língua portuguesa. Então teremos não apenas uma área voltada ao público em geral, mas também um espaço para pesquisadores, estudiosos e outro para debates e seminários sobre a língua portuguesa e a diversidade cultural como temas principais”, contou. 

Outra boa notícia dada por Leitão é que, aos sábados, a entrada no museu será gratuita. Nos outros dias a gratuidade será válida apenas para professores e policiais do estado. O museu ficará aberto entre terça-feira e domingo.

O museu recebeu cerca de 4 milhões de visitantes entre sua inauguração, em 2006, e seu fechamento, em 2015. O governo de São Paulo calcula receber 600 mil visitantes no primeiro ano após a reabertura do espaço.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso