Realizar um evento com tradução simultânea requer muito trabalho por parte de uma agência de traduções. Para que tudo ocorra perfeitamente e o evento seja um verdadeiro sucesso, uma excelente organização prévia é necessária, além, é claro, da competência por parte dos intérpretes durante as atividades. Até porque tudo acontece ao vivo e em tempo real, portanto, não existe margem para erros. Desta vez, vamos contar em detalhes os bastidores de um evento com tradução simultânea.

O que se faz antes do evento

Com o orçamento aprovado, a agência faz um levantamento completo do evento para transmitir à equipe – horário exato de início e término, endereço completo, nome e telefone do responsável pela coordenação da montagem dos equipamentos e material de apoio para que os intérpretes possam estudar o assunto. O contrário também acontece. A agência repassa ao cliente as informações (nome e telefone) da equipe (intérpretes e quando há locação dos equipamentos, também do técnico e recepcionista).

Em geral, a escolha dos intérpretes é feita na elaboração do orçamento, levando em consideração a especialidade e a familiaridade do profissional com o assunto que será abordado. Porém, há casos nos quais o assunto do evento só é informado após a aprovação do orçamento e nesse caso uma das etapas seria selecionar os intérpretes mais adequados também.

Materiais técnicos fundamentais

A parte técnica é super importante na tradução simultânea. A começar pela cabine, onde os profissionais ficam alocados. Dentro dela fica a central de intérpretes, uma mesa e duas cadeiras para os intérpretes. Sua função é o isolamento acústico entre os intérpretes e o auditório, e normalmente é instalada no fundo ou na lateral do auditório/sala para que o palestrante seja visto.

É extremamente importante que o intérprete consiga enxergar os palestrantes, já que o gestual tem reflexo na mensagem que está sendo transmitida. E a maioria dos palestrantes exibe apresentações no telão e faz referência a elas. A tradução adequada depende desse fator, portanto.

As dimensões médias são 2 metros de frente, por 2 metros de fundo e 2 metros de altura. O número de cabines acústicas varia conforme a quantidade de idiomas. Por exemplo, para um evento com necessidade de tradução simultânea em inglês/português usa-se uma cabine, já para um evento que envolva inglês/português e espanhol/português, são necessárias duas cabines.

A central de intérpretes também é parte dos equipamentos. Ela recebe o sinal de áudio dos palestrantes e capta o sinal de áudio dos intérpretes que será enviado para um transmissor, que por sua vez envia esse sinal para os receptores que ficam com cada participante. Esses receptores sem fio são entregues por recepcionistas antes do início da palestra. A quantidade é determinada pelo número de pessoas presentes. Cada participante usa um receptor.

Esse é o equipamento convencional de interpretação simultânea, o qual é operado por um técnico que acompanha todo o evento. Importante: essa estrutura normalmente é montada um dia antes do evento, e a desmontagem ocorre logo após o término das atividades. Muitos locais para eventos oferecem equipamentos de sonorização, mas algumas agências de traduções, como a Gama!, por exemplo, colocam à disposição para locação. O kit conta com microfone(s) para o palestrante(s) e para o público fazer perguntas, caixas de som e mesa de som.  

Além do equipamento convencional, existe a opção de usar um kit portátil para tradução simultânea. É pequeno, não tem montagem prévia e o próprio intérprete opera o equipamento. É ideal para reuniões com poucas pessoas ou mesmo locais cujo nível de ruído é alto, como uma fábrica, por exemplo.

Quanto mais informação, melhor

A escolha dos profissionais que trabalharão no evento está intimamente vinculada ao tema. Assim como na tradução escrita, no caso dos intérpretes é bem difícil que um mesmo profissional conheça o jargão de diferentes áreas. Sendo assim, há intérpretes mais voltados para a área de marketing, outros para área financeira, outros para área médica e assim por diante.

Por isso é essencial que o cliente forneça detalhes quanto ao assunto do evento e envie os materiais de apoio com antecedência – quanto mais, melhor. Até porque cada evento tem seus jargões específicos e só tendo material com antecedência os intérpretes podem se preparar adequadamente.

Na fase de estudos, normalmente os intérpretes preparam um glossário com os termos mais importantes. Quanto mais técnica a apresentação, maior é a necessidade que o intérprete tenha recebido material de apoio para se preparar antecipadamente.

Contudo, nem sempre os intérpretes têm acesso ao material com antecedência. Quando isso acontece, os profissionais procuram os palestrantes para conversar antes da apresentação e reter o máximo de informação possível. Além disso, como estão em dupla na cabine, enquanto um interpreta, o outro faz pesquisas sobre o tema. Importante ressaltar que a falta prévia de informações é arriscado e pode prejudicar o resultado final do trabalho.

Não vale a pena arriscar

Viu quanto coisa acontece para que um evento com tradução simultânea ocorra? Agora, da próxima vez em que estiver em uma apresentação ouvindo um intérprete, certamente você se lembrará das diferentes etapas que são necessárias para você acompanhar a palestra com a ajuda de profissionais de tradução.

E se precisar dos serviços de tradução, nunca é demais lembrar: contrate agências que conhecem o assunto e têm experiência no ramo. Não corra riscos.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso