Photo by hj barraza on Unsplash

O mundo segue girando em seu ritmo natural, mas você não tem aquela sensação de que o tempo está passando mais rápido? Quem tem esse sentimento muito provavelmente vive em um grande centro urbano, tem uma agenda apertada e está sempre correndo para dar conta de tudo. Trabalho, família, amigos, lazer… o tempo parece curto para dar respostas certeiras a tantas atividades simultâneas.

Os que se identificam com a situação colocada acima estão vivendo, no dia a dia, essa nova realidade, que é resultado da era digital. Agora, tudo parece correr mais rápido. As notícias chegam numa velocidade impressionante.

Há um certo clima de imediatismo no ar. Tudo é para já. Esse novo comportamento coletivo, obviamente, impactou o jeito de se fazer negócios. E como as empresas têm respondido a essas novas demandas?

Sai o problema e entra a solução

Já notou que nos dias atuais, o tempo de permanência das pessoas discutindo problemas dentro das organizações é bem menor? O foco agora está menos em debater entraves e suas possíveis origens, e mais em somar esforços e encontrar, de forma coletiva, soluções práticas, que, definitivamente, resolvam o problema. 

Até porque o tempo corre e os problemas, quando pontuais, pedem soluções rápidas. E nesse caso, algumas respostas devem ser praticamente imediatas.

Essa nova realidade da era digital também pede parcerias a todo momento. Antes, uma empresa se colocava na condição de, como se diz popularmente, abraçar o mundo. 

A realidade mudou, e agora as equipes estão mais enxutas, assertivas, e a resposta para um problema pode estar não dentro, mas fora da companhia. Tem sido comum as empresas de médio e grande portes pedirem auxílio a outras companhias menores como prestadoras de serviços, a também chamada terceirização dos serviços. 

Transmissão do grande para o menor

Hoje em dia, nessa era digital, existem muitas pequenas empresas especializadas em um segmento de negócio que trabalham de forma dedicada a outras empresas de maior porte. E existem algumas boas razões para isso.

A primeira e talvez a principal é o prazo. Contratar uma empresa especializada rende maior agilidade e menor dor de cabeça para a corporação. Isso porque o tempo de resposta para quem conhece a fundo o assunto é sempre menor se comparado a quem não tem essa habilidade e lida com o tema diariamente. 

Além disso, é bom que se diga, não ocupa o precioso tempo de um funcionário alocado na corporação, que pode se dedicar integralmente a funções que estão diretamente ligadas ao seu escopo definido de trabalho. E, assim, não precisa perder tempo realizando uma tarefa extra que pode ser feita por um especialista parceiro. 

Outro ponto importante é a qualidade. Contar com o auxílio de quem conhece a fundo a atividade significa a tendência de uma resposta melhor, mais adequada. Simplesmente porque foi realizada por especialistas. 

Por exemplo, aqui na Gama! essa é uma realidade constante. Nossos clientes dos mais variados segmentos do mercado contratam uma agência de tradução porque têm consciência que um trabalho, no caso a tradução, feita por especialistas eleva (e muito) a qualidade final da entrega. Isso vale para tradução escrita, interpretação simultânea ou interpretação consecutiva.

O mundo digital pede um novo jeito de fazer negócios. E a pergunta que fica é: sua empresa está antenada a essas transformações? Vale a reflexão.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2023 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso