Photo by Kon Karampelas on Unsplash

A arte, em sua essência, sempre teve a função de reunir diversas culturas e perspectivas e, nos últimos anos, com a globalização e o fácil acesso à internet, a popularização de países fora dos já tradicionais eixos culturais, como EUA, França, Alemanha e Espanha vêm crescendo cada dia mais. A forma de consumir materiais em diversas áreas como cinema e música, é um exemplo dessa nova realidade.

Por exemplo, o grande crescimento das séries, que se tornou evento mundial, coincidiu com a mudança no modelo de consumo por parte dos espectadores. Agora, cada indivíduo se dá o direito de escolher o que vai assistir, em qual meio (televisão, tablet, smartphone, notebook), no dia e horário que bem entender. 

O serviço de streaming com um dos maiores números de assinaturas do país, na segunda semana de março, tinha entre as dez produções mais assistidas filmes e séries da Espanha, Canadá, EUA, Austrália, Islândia, Turquia e Brasil. A arte está mais acessível, portanto, e sendo difundida em diferentes línguas, neste caso inglês, finlandês, turco e português.

A música e o sul-coreano

Outro fenômeno que ganhou força há alguns anos e cresce cada vez mais no cenário atual, é um estilo de música sul-coreano, o K-Pop.

O gênero, que no final dos anos 1990, havia se tornado bastante popular entre os jovens de várias partes da Ásia, com o número crescente de acessos à internet e às redes sociais, foi aos poucos alcançando também o Ocidente e criando uma verdadeira legião de fãs. O K-Pop está conquistando o mundo e, especialmente, o Brasil. Aqui, cabe lembrar da última edição do Oscar, que premiou o filme também sul-coreano Parasita. Inclusive, falamos disso aqui recentemente no nosso blog.

O serviço de streaming de música mais popular e ouvido do mundo, revelou um estudo sobre o gênero sul-coreano na plataforma, e listou em quais países é mais ouvido. Em primeiro lugar vem os Estados Unidos, seguido pela Indonésia, Filipinas, Japão e, em quinto lugar, o Brasil.

Além disso, a pesquisa revelou também que o estilo é popular em todos os 79 países em que o serviço está disponível, destacando o crescimento de interesse no Egito e Vietnã. Interessante é notar que a arte vem superando a barreira da língua, ainda mais nos casos do árabe e do vietnamita, por se tratarem de culturas, em princípio, tão diferentes.

Com os serviços de tradução, interpretação e os adventos da globalização e era digital, a arte, independente da língua materna, vem se popularizando em todo o mundo.

Fomento ao aprendizado de novas línguas

Esse movimento do sul-coreano K-Pop também impulsiona o interesse por escolas do idioma, incluindo o Brasil. Recentemente, criaram cursos para o ensino de coreano em escolas públicas do Rio de Janeiro, que hoje é oferecido gratuitamente em três escolas estaduais na capital fluminense.

A grande adesão dos adolescentes fez crescer a procura e abrir novas turmas, onde a matéria é oferecida como uma disciplina extra, fora do horário escolar, com lições de casa e provas próprias. E as turmas seguem cheias pelo enorme interesse dos jovens no gênero musical e, claro, por ser um diferencial no currículo e a porta de entrada para conseguir uma das várias bolsas de estudo oferecidas pelo país para imigrantes.

Pormenor: a Coreia do Sul também tem se empenhado em manter relações acadêmicas com diversos países, entre eles o Brasil, e atingir o seu propósito de aumentar o número de estudantes internacionais em suas universidades coreanas.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2023 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso