O Vietnã ganhou os holofotes tempos atrás por conta da guerra, que ocorreu entre 1954 e 1975. Mas, o país asiático é muito mais interessante do que o embate ideológico que acabou unificando o Norte e o Sul e deu vida à República Socialista do Vietnã. 

O país tem muita riqueza e desperta curiosidade pelas suas características únicas, que valem ser desbravadas. Essa beleza intrínseca colocou o Vietnã na rota dos destinos turístico mais desejados nas últimas décadas. 

Para você conhecer um pouco da cultura vietnamita, selecionamos alguns fatos interessantes sobre o Vietnã. Confira!

Leia também:

A nova realidade dos eventos online

A importância de conhecer a fundo a própria língua

Veja 5 curiosidades do mandarim

1. Vietnamita: o idioma oficial

O vietnamita é, oficialmente, o idioma do Vietnã, país com quase 100 milhões de habitantes. Um detalhe que faz da língua complicada para os estrangeiros é que, a cada sílaba, existem simplesmente seis tons diferentes que mudam a definição. 

Apesar de guardar alguma semelhança com o mandarim, por exemplo, o vietnamita é colocado como uma língua própria, mesmo sendo parte da família linguística austro-asiática.

Dentro do contexto da escrita, o idioma vietnamita recorre à visão romana do alfabeto, incluindo acentos para evidenciar os tons que se quer mostrar. Uma curiosidade linguística é que este sistema de escrita foi criado ainda no século XVII por missionários cristãos a fim de que pudessem traduzir as escrituras sagradas.

2. República socialista

O nome República Socialista do Vietnã não é mero acaso. O país é, hoje, uma das cinco nações classificadas como socialistas, ao lado de China, Coreia do Norte, Cuba e Laos. A constituição do Vietnã coloca o Partido Comunista do Vietnã no centro no que diz respeito ao governo, à política e à sociedade. Sua economia, porém, é aberta. 

Nas ruas do Vietnã, inclusive, pode-se ver diversas manifestações com símbolos que remetem à visão socialista do país. 

3. O Ano Novo Lunar Vietnamita

O Tet Nguyen Dan é um dos momentos mais marcantes do país asiático. Na visão da maioria dos nativos, é o primeiro dia do ano lunar que ditará os caminhos para os 12 meses seguintes. Por isso, há uma grande dedicação para planejar o evento.

Na cultura popular, acontecem três reuniões no Tet. O primeiro é entre três divindades relacionadas à família e ao trabalho. O segundo ocorre entre vivos e mortos, com oferendas destinadas aos ancestrais, a fim de que participem das celebrações. O terceiro envolve a família presente, com um jantar com pratos tradicionais vietnamitas. 

4. Religião vietnamita

O povo vietnamita está entre os povos com maior percentual de ateus ou sem religião do mundo. Uma pesquisa realizada em meados da década de 2000, revelou que mais de 80% da população ou não seguem uma orientação religiosa, ou então são ateias.

Porém, entre os que se dedicam a uma religião, o budismo, o taoísmo e o confucionismo, que permeiam a história do Vietnã, são as mais populares. Entre elas, destaque para o budismo, que tem a preferência de 85% dos vietnamitas, embora muitos não se coloquem como praticantes da religião e filosofia de vida.  

5. Muito trabalho e descanso também

A cultura vietnamita tem por base o trabalho duro. Grande parte da população tem o hábito de acordar bem cedo e iniciar os trabalhos. A hora do almoço, no entanto, é sagrada. É comum empresas, lojas e instituições governamentais fecharem durante esse período, quando os vietnamitas aproveitam para descansar antes da retomada das atividades.

Ainda sobre essa cultura de bastante trabalho, há uma tradição de pessoas serem sepultadas próximas às plantações na ocasião do descanso eterno. Fala-se que os que partiram ainda podem ajudar no trabalho com a terra. Muito interessante!

6. País das motos

O Vietnã é conhecido também por sua paixão pelos veículos de duas rodas. A frota de motocicletas no país é enorme, e supre uma carência pelas limitações do transporte coletivo. Vale citar também as bicicletas. 

Para a população local, as motos são alternativas reais para locomoção, mas não é só isso. Muitos vietnamitas usam a moto para transporte da família, trabalho das mais variadas formas, inclusive mototáxi, além do descanso. Sim, é isso mesmo. Naquela hora do descanso do almoço, as motos tornam-se praticamente camas.

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso