O Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, passa atualmente por um delicado processo de reconstrução depois do incêndio que o atingiu em dezembro de 2015. Enquanto não reabre as portas – a previsão da inauguração é o segundo semestre de 2019 –, o museu está na ativa percorrendo três países: Cabo Verde, Angola e Moçambique com a exposição itinerante “A Língua Portuguesa em Nós”.

Em maio, Praia (Cabo Verde) recebeu o conteúdo, que ficará à disposição dos cabo-verdianos até o final deste mês. Luanda (Angola) recebe a mostra agora em junho, enquanto Maputo (Moçambique) poderá acompanhar a exibição a partir de agosto próximo.

A exposição, que contou com consultoria de José Miguel Wisknik, compositor, escritor e professor de Literatura, está organizada a partir de quatro temas principais: nós da língua portuguesa no mundo; história da língua portuguesa no Brasil; poesia e prosa; e diálogos. A proposta é percorrer a história do idioma, o contato com outras línguas, seus destinos na formação cultural brasileira, sua presença nos ritmos e nas melodias, nas expressões culinárias e na literatura.

“Vamos abordar os ‘nós’ da nossa língua: os laços, os embaraços e os núcleos sempre móveis pelos quais uma língua permeia diferentes culturas e, de uma forma mais ampla, a vida humana. E neste momento, em que o Museu da Língua Portuguesa está em reconstrução, essa aproximação com os nós da língua portuguesa no mundo, incorporando a ele outros elos que ainda lhe faltam, ganha uma dimensão ainda mais ampla”, diz Hugo Barreto, secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, parceira da exposição.

Assim como é a tônica do museu paulistano, a ideia da exposição itinerante é criar uma interação com o público. Para tanto, o visitante é convidado a deixar seu testemunho falado e, assim, também fazer parte da reconstrução do Museu da Língua Portuguesa.

Os caminhos da exposição

Logo na entrada, o visitante verá curiosidades sobre os nove países que compõem a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP). Neste espaço, também vai imergir nas origens da língua portuguesa e descobrir como os idiomas vivem em constante movimento, nascem, se cruzam e se transformam.

A influência do português na diversidade da cultura brasileira poderá ser vista em duas experiências audiovisuais. A Praça da Língua conta com um mosaico composto por músicas, poesias, trechos literários e depoimentos. Já a área Música e Culinária trata sobre a relação entre língua, identidades e culturas.

Há também um espaço de convivência no qual acontece uma programação cultural organizada em parceria com curadores locais exclusivamente para cada país. É nesse local onde se coleta depoimentos e histórias locais que integrarão o acervo do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

Leave a comment

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso