A Meta, empresa que controla as redes sociais Instagram e Facebook, anunciou recentemente que vai começar a notificar pessoas que publicam conteúdos inadequados, como discursos de ódio, em língua portuguesa.

Essa medida, é bom dizer, já acontece para usuários dessas redes sociais em língua inglesa. E a ideia da Meta é, cada vez mais, expandir esse recurso tão importante para internautas de outros idiomas, como espanhol, árabe e a própria língua portuguesa. Embora o anúncio seja muito relevante, não foi especificado quando exatamente as notificações passarão a ocorrer em português.

Leia também:

Atriz Fernanda Montenegro é eleita para Academia Brasileira de Letras

Conheça os termos em inglês para quem deseja estudar no exterior

Dia de Los Muertos: como é o evento celebrativo no México

Para se ter uma ideia de como isso vai funcionar, hoje os alertas transmitem em inglês a seguinte mensagem: “este post pode conter linguagem racista e é contra as regras da comunidade. Se você publicá-lo, ele poderá ser ocultado para outras pessoas. Caso este comportamento continue, sua conta poderá ser excluída”. 

Com esse tipo de notificação, a Meta acredita que está colaborando para desencorajar usuários das redes sociais a postar mensagens inadequadas, não só de racismo, como mostrado acima, mas também de assédio e bullying, por exemplo.

Análises internas da Meta apontam que o Brasil, Índia e Estados Unidos, são os três países que mais precisam de moderação de conteúdo. O idioma, porém, é um dos empecilhos, sobretudo a língua portuguesa. Países grandes e línguas com mais falantes acabam tendo uma atenção maior. A questão é que, em países fora desse perfil, o espaço para disseminação de desinformação e discurso de ódio fica mais aberto.

Inteligência artificial como aliada

A empresa faz questão de ressaltar a importância de sistemas de inteligência artificial para reduzir conteúdos inadequados das redes sociais. De acordo com a Meta, existem equipes em todo o mundo que revisam conteúdos em mais de 70 idiomas, além de tecnologias de inteligência artificial para verificar discurso de ódio em cerca de 50 línguas. 

E os resultados estão aparecendo, segundo a Meta, que abriu alguns números. Por exemplo, a empresa destacou a redução de discurso de ódio entre os meses de agosto e outubro para 0,03% contra 0,05% no segundo trimestre de 2021. 

A companhia também fez questão de ressaltar a diminuição dos conteúdos de bullying no Instagram no terceiro trimestre deste ano. Esse trabalho de inteligência artificial é realizado sem a interferência humana, ou seja, os conteúdos inadequados são removidos sem o reporte de usuários.

Por fim, saber um pouco mais do trabalho da Meta para minimizar o impacto de discursos de ódio nas redes sociais é animador. Porque mostra o empenho dos líderes para conter discursos maléficos para a sociedade e, claro, para as pessoas. Ótima notícia!

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2023 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso