O palavrão, de acordo com o dicionário em língua portuguesa Michaelis, é definido como “palavra grosseira, indecorosa, obscena; bocagem, obscenidade, pachouchada, palavrada, turpilóquio”. Mas, no dia a dia, o palavrão está muito além dessas categorizações. Por meio das palavras consideradas de baixo calão, podemos dizer muitas coisas usando um único termo. É possível ferir, acalmar, encantar, assustar, insultar e até seduzir.

Esse é o tema central da série recém-inaugurada de comédia A História do Palavrão, apresentada pelo famoso ator Nicolas Cage, que visita a história, evolução e impacto cultural dos palavrões. Nessa série curiosa e bastante divertida, o ator de Hollywood vai atrás de especialistas em etimologia para saber a origem desses palavrões, além de historiadores e humoristas, que dão um toque especial à série. 

Porque, afinal de contas, as palavras não nascem palavrões. São só palavras, até que alguém decida que, a partir de tal momento, ela se torna um palavrão. 

Leia também:

Projeto de Lei quer incluir línguas indígenas em cidades com aldeias

As melhores frases do craque argentino Maradona

Iorubá: idioma de origem africana é patrimônio cultural brasileiro

Palavrão por palavrão

Quando falamos em palavrão, estamos tratando dos tabus mais populares e atraentes de todos. Mas, o segredo de seu estranho poder foi envolto em mistério. Na série, é possível observar que alguns palavrões têm importância até para a ciência. Aliás, estudos científicos apontam que nos sentimos melhor quando xingamos. Curioso, não é mesmo?

A História do Palavrão está dividida em seis curtos episódios, de 20 minutos cada, mas com um conteúdo rico e divertido. No primeiro, intitulado F*ck, mostra a versatilidade do palavrão mais comum em língua inglesa. A palavra acima pode ter muitos significados e expressar diversas emoções, como, por exemplo, sexo, raiva, confusão e empolgação.

No episódio seguinte, Sh*t, a narrativa revela que a palavra da Idade Média que tratava de excremento ganhou novos contornos, incluindo, em alguns casos, uma conotação positiva. Já no terceiro programa da série, o tema central é Bitch, que, originalmente, significa cadela, mas que se tornou sinônimo de força e solidariedade por muitas mulheres.

Só curiosidades, sem ofensas

O quarto tema de A História do Palavrão explica como D*ck, um apelido totalmente despretensioso, de repente virou um dos palavrões mais usados na língua inglesa. Em seguida, o penúltimo episódio da série documental da Netflix aborda o P*ssy, palavra de origem felina que tanto descreve a genitália feminina quanto insulta a masculinidade.

Por fim, o episódio final concentra-se em Damn, que mantém o significado desde os tempos bíblicos, porém tem a capacidade de ofender milhares de pessoas ainda nos dias de hoje.

Assistir A História dos Palavrões nos coloca em contato com um lado interessante da língua inglesa, que envolve cultura e curiosidade, sempre apresentada de forma leve e descontraída. Vale a pena!

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2022 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso