Para os brasileiros, quando se fala em aprender um novo idioma além da nossa língua materna, o português, o mais comum é se dedicar ao inglês, espanhol ou francês. Hoje em dia, porém, com a grande oferta de cursos online disponíveis na internet, por meio de aplicativos é possível descobrir novas possibilidades e estudar idiomas bem menos tradicionais, ou mesmo considerados exóticos.

Por exemplo, na Babbel, uma das mais populares plataformas de aprendizado de línguas do mundo, atualmente são 13 idiomas disponíveis para estudo. Além dos clássicos inglês, alemão, italiano, turco, polonês, entre outros, o mais inusitado é o indonésio. 

Leia também:

Tsakoniano: a antiga língua europeia que segue viva na Grécia

Museu da Língua Portuguesa será reaberto em julho

Universitários criam projeto para descolonizar a língua portuguesa

De acordo com a própria Babbel, seu aprendizado é muito mais simples do que se pode imaginar num primeiro momento. Isso porque o indonésio tem menos regras gramaticais do que o português e muitos outros idiomas de linhagem europeia. Por esse motivo, o indonésio pode ser aprendido em pouco tempo.

Esperanto, havaiano, latim…

Nesse aspecto, seu concorrente Duolingo, que oferece um total de 98 cursos com cerca de 40 idiomas distintos, é bem mais ousado. Por meio dessa plataforma, pode-se aprender idiomas antigos, em extinção ou até mesmo fictícios por meio do aplicativo, oferecido tanto para Android quanto para iOS. E o melhor: de forma gratuita.

Quer um exemplo? O esperanto, sobre o qual já falamos aqui no blog. Criada em 1887 pelo médico polonês Lázaro Luiz Zamenhof, trata-se da maior e, sem dúvida, mais importante língua planejada do mundo. O esperanto foi desenvolvido para ser um idioma neutro, a fim de que pudesse facilitar a comunicação entre os povos e pudesse ser falado por todos, sem distinção. Aqui, vale uma curiosidade: o Brasil é o país que mais tem estudantes de esperanto no mundo, segundo a plataforma.

Além do esperanto, também é possível se dedicar aos estudos de línguas ameaçadas de extinção e que têm cursos baseados no inglês. Nesse caso, o havaiano, o gaélico escocês e o navajo são bons exemplos. Já com relação aos idiomas antigos presentes no Duolingo, destaque para o latim ou então o galês, que é falado na Grã-Bretanha há mais tempo que o próprio inglês. Quem arrisca?

Para aqueles que já dominam o espanhol, a quarta língua mais popular do planeta, atrás do inglês, mandarim e hindi, podem se interessar em aprender o Guarani, a língua do povo indígena bastante conhecida, ou ainda o idioma catalão, este utilizado principalmente na região da Catalunha, e que data da época dos romanos na Idade Antiga.

Línguas fictícias de Star Trek e Game of Thrones

Já os que adoram o mundo da fantasia também podem querer aprender idiomas mais exóticos por meio do aplicativo. Quer ver só? Fãs das famosas séries Star Trek e Game of Thrones, podem se aventurar pelo klingon e pelo alto valiriano, respectivamente. Ambos os idiomas fictícios, criados por linguistas oficiais, estão disponíveis no aplicativo.

Por fim, além de todos esses idiomas citados, existem outras línguas exóticas que estão em fase de desenvolvimento no Duolingo e devem ser disponibilizadas em cursos gratuitos em um futuro próximo. São eles o maori, o yucatec, o yiddish, o haitiano, o creole e o k’iche.

gama-branco

A Gama! surgiu da iniciativa de profissionais do mercado de tradução que, após 10 anos de experiência na coordenação de projetos de tradução escrita e interpretação simultânea, perceberam a carência do mercado por uma agência que seguisse padrões internacionais na qualidade dos serviços prestados e no relacionamento com o cliente – não importando onde o cliente esteja.

+55 11 2081-0447

 Envie um e-mail

2023 © Gama! Traduções e Interpretações. Política de Privacidade | Termos de Uso